SALMÃO!!! O alimento mais TÓXICO do mundo

salmao-o-alimento-mais-toxico-do-mundo

Todo mundo sabe bem que se alimentar de peixes faz bem à saúde, inclusive para quem faz dieta ele é bastante recomendado, por conta de seus vários nutrientes e vitaminas!

Mas existem alguns segredos na indústria alimentícia que poucos sabem e um dele é sobre o salmão!

Se você adora esse peixe, ficará bastante impressionado com essa notícia, mas de antemão saiba que salmão é um dos alimentos mais tóxicos do mundo! Logo adiante você entenderá o porquê!

Salmão: fique atento a essas informações

Grande parte dos peixes que comemos hoje, são provenientes de cativeiro. O grande risco em comer salmão de cativeiro é que os criadores confinam milhares de peixes em locais pequenos demais, isso resulta em estresse e doenças nos peixes.

Então, para conter os problemas, os criadores acabam despejando pesticidas, esses por sua vez acabam por causar anomalias genéticas nos peixes.

Só que esses pesticidas também resultam numa baixa na imunidade nos peixes, então mais uma vez esses seres vivos sofrem um “bombardeamento” de drogas – através dos antibióticos...

Outras análises identificaram que muitos peixes são contaminados com metais pesados, de acordo com publicações feitas pelo Bulletproof, os estudos realizados identificaram que em várias partes do mundo, os salmões estavam com produtos e agentes que fazem mal a saúde dos humanos.

Os agentes que mais puderam ser encontrados, foram:

  • Antibióticos.

  • Estimulantes.

  • Dioxina.

  • Mercúrio.

De forma que todos esses produtos acabam por parar em nossos pratos quando preparamos salmão ou outros peixes que são contaminados.

E qual é o melhor tipo de salmão para comer?

Com certeza o salmão selvagem, no entanto, não é em todo lugar que se pode encontrá-lo e além disso, o preço dele é bem “salgado”.

Esse tipo de salmão por ser capturado em seu habitat natural, oferece ao organismo humano, diversos benefícios.

  • O salmão-vermelho tem consigo um alto teor de antioxidantes, colesterol do bem HDL e vitamina D, já que sua dieta se faz exclusiva de plânctons.

  • O salmão-rei possui 2 vezes mais ômega 3 do que qualquer outra espécie, é encontrado em águas profundas e frias e por isso produzem mais gordura, para aquecer seu corpo.

Ainda a respeito dos riscos do salmão, um documentário chamado de Fillet-Oh-Fish feito pelo diretor Nicolas Daniel mostra que a criação de salmão é um verdadeiro desastre natural para o meio ambiente e também para a saúde da humanidade.

Inclusive Kurt Oddekalv – ativista ambiental fala que é possível ver cerca de 15 metros de camadas de resíduos de bactérias, drogas e pesticidas pelas fazendas que fazem procriação de peixes.

O documentário que logo abaixo você mesmo pode conferir, mostra a realidade apresentada em fazendas de peixes da Noruega, onde muita contaminação de produtos químicos e outros aditivos nocivos são constatados.

Veja o vídeo:

Portanto, depois dessa matéria e após conferir as informações do vídeo, tire sua própria conclusão, e se mantenha atento, pois nem tudo o que se come e que parece saudável, de fato é proveitoso para a vida e para o corpo!

Para emagrecer comendo de tudo e com saúde, comece a colocar em prática algumas dicas, CLIQUE AQUI e assista as aulas grátis. Acelere seu metabolismo e viva melhor.