PERIGO! Veja o mal que o Forno Micro-ondas pode fazer na sua saúde e da sua família

Com a vida corrida que temos, é comum queremos sempre optar pelo que é mais fácil e prático.

Comidas congeladas e semiprontas são vendidas aos montes nas redes de supermercados. E apesar de trabalharmos muito mais, não destinamos, na maior parte dos casos, a ter uma dieta saudável.

Eis que durante a Segunda Guerra Mundial, dois cientistas tiveram a ideia de inventar um tubo que era capaz de produzir micro-ondas, a esse tubo foi dado o nome de magnetron (nos fazendo lembrar de alguns filmes de ficção com nome similar).

A missão do magnetron era justamente encontrar aviões de guerra nazistas. Mas acidentalmente, Percy Lebaron Spencer, depois de anos mais tarde, percebeu que essas micro-ondas eram capazes de cozinhar alimentos. Isso ocorreu porque ele viu que as ondas de radar tinham derretido a barra de chocolate que se encontrava em seu bolso.

A partir daí surgiu o tão conhecido eletrodoméstico micro-ondas. E que inicialmente era conhecido como Radar Range. Naquele período esse forno elétrico era tão pesado quando um frigorífico.

Obviamente o aparelho evoluiu e sua aparência mudou completamente, hoje muitas pessoas utilizam esse equipamento para cozinhar, fritas e assar alimentos, e por cerca de 300 reais é possível comprar um.

E qual é o problema de se usar micro-ondas?

miicroondas

Os micro-ondas na verdade, como você pôde perceber, não foram feitos para serem utilizados na cozinha. Eles não foram criados para preparar alimentos, seja de tecido animal ou vegetal.

Para que você entenda bem a esse respeito, o micro-ondas possuir 2,45 bilhões de herts.

Com o passar do tempo, devido ao seu uso, e à medida que o aparelho vai sendo usado, as radiações internas vão vazando através da porta.

A quantidade da frequência para que o corpo humano seja prejudicado por ele, é de 10 hertz. Por esse motivo, muitos especialistas em saúde indicam que durante o preparo de um alimento, o micro-ondas deve ser evitado, inclusive de se chegar perto.

Mas há também outros problemas correlacionados ao uso do micro-ondas:

E sobre o assunto, foi feito um estudo em 2003, na Espanha, onde se provou que frutas e legumes que eram cozidos no micro-ondas, possuíam um percentual de perda nutritivas em 97% - o que promovia menores possibilidades de tratamento e apoio na redução de doenças do coração.

A Doutora Lee, em seu livro chamado de “Efeitos da radiação de Micro-ondas na saúde”, fala e afirma que utilizá-lo traz prejuízos aos alimentos e a saúde humana, isso porque ao passar pelo processo de preparo, substâncias tôxicas são inseridas nos alimentos e assim os alimentos se tornam perigosos, promovendo doenças como o câncer, por exemplo.

Segundo outros estudos correlatos, a doutora Lee ainda diz que ao se alimentar de ingredientes preparados pelo micro-ondas, há uma promoção no sangue com relação a mudanças bioquímicas – o que acarreta em vários tipos de doenças e problemas na imunidade.

Um outro estudo feito em 1992 pelo suíço Hans Ulrich Doctor Hertel, constatou que:

  • Cereais e leite quando aquecidos no micro-ondas faz com que os aminoácidos sejam convertidos em agentes carcinógenos (causando assim câncer).

  • Nas carnes preparados pelo aparelho também houve formação de um agente cancerígeno chamado de d-nitrosodienthanolaminas.

  • Também alimentos crus que foram expostos demonstraram agentes similares.

  • Também houve perda de vitaminas.

Os estudos são muito sobre o assunto, mas o resultado é o mesmo: O uso de micro-ondas não é seguro. Portanto, cabe a você analisar e decidir se deseja evitar um problema maior ou se quer prejudicar sua qualidade de vida!

Já IMAGINOU emagrecer comendo de tudo CLIQUE AQUI e veja como é FÁCIL