CUIDADO! Segundo estudos a Coca-Cola brasileira tem o maior índice de produtos cancerígenos do mundo

Vida saudável é o que a maioria das pessoas deseja ter. Qual a mulher que não deseja ter uma cinturinha fininha e um corpo bonito? E qual o homem que deseja ter força física e músculos?

Todo mundo deseja isso, mas nem todos estão mantendo uma boa alimentação.

 Você já deve ter visto que alguém na sua própria família possa ser um verdadeiro viciado ou viciada em Coca-Cola. Ou até mesmo você, que está a  ler esse artigo.

Então, a partir de hoje você terá mais cuidado ao escolher o que ingere, e isso envolve principalmente a Coca-Cola. Portanto, se você não deseja ter saúde, não continue lendo, porque essas informações irão lhe chocar e caso não pare esse consumo, poderá ter câncer!

O que a Coca-Cola tem que a faz ser tão venenosa?

De acordo com um estudo feito pelo Centro de Ciência de Interesse Público (EUA), as Coca-Colas vendidas no Brasil, são as que mais possuem concentrações de uma substância chamada de 4-metil-imidazol (4-MI), são as responsáveis por causar câncer em diversas pessoas.

O 4-metil-imidazol (4-MI) é um subproduto do Caramelo IV – que dá cor e sabor ao refrigerante. Esses níveis produzidos nesses refrigerantes daqui do Brasil, ultrapassam 9 vezes o utilizado em outros Países, como o Canadá, por exemplo.

Para que ter ideia das quantidades de 4-metil-imidazol (4-MI) em cada 355 ml da bebida, segue lista abaixo de acordo com alguns Países:

  • Brasil – 267 microgramas.

  • Quênia – 177 microgramas.

  • Emirados Árabes – 155 microgramas.

  • México – 147 microgramas.

  • Reino Unido – 145 microgramas.

  • EUA (Washington) – 144 microgramas.

  • Japão – 72 microgramas.

  • China – 56 microgramas.

De acordo com as normas estabelecidas pela ANVISA, o uso desses níveis é permitido desde que não ultrapasse 200mg por quilograma. Mas apesar disso, nosso País é o que mais recebe dessa substância na bebida Coca-Cola.

Segundo a empresa Coca-Cola, a quantidade encontrada nos refrigerantes da coca, são “absolutamente seguros” e por estarem dentro dos padrões da ANVISA, as medidas dessa e de outras substâncias continuam sendo utilizadas.

Embora o toxicologista renomado – Anthony Wong informe que a substância em maiores quantidades, potencialmente possa estimular o surgimento de cânceres e que inclusive esteja associado a alguns tipos, como:

  • Câncer de pulmão.

  • Câncer de esôfago.

  • E câncer de sangue (leucemia).

Segundo o diretor Michael Jabocson – do Centro da Ciência de Interesse Público da Califórnia, essa bebida deveria ser retirada do mercado, por se tratar de uma ameaça à saúde pública.

Veja esse vídeo:

1

2

3

O toxicologista Anthony Wong também explicou em entrevistas, inclusive uma delas cedida ao G1, informando que a substância se mostrou tóxica para camundongos e ratos, mesmo sendo testada uma concentração bem menor do que a autorizada para a bebida.

Os animais apresentaram câncer de pulmão, fígado e outras diversas alterações, incluindo prejuízos neurológicos – como convulsões, por exemplo.

Depois de fazer essa leitura, o mais indicado é se conscientizar e abandonar o hábito de tomar Coca-Cola e até mesmo qualquer outro refrigerante. Que tal passar a utilizar sucos naturais ou polpas de frutas? Bem mais seguro e saudável, não é mesmo?

Agora, deixo o convite para conhecer mais temas interessantes para sua saúde e emagrecimento!

Para emagrecer comendo de tudo e com saúde, comece a colocar em prática algumas dicas, CLIQUE AQUI e assista as aulas grátis. Acelere seu metabolismo e viva melhor.